Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

 

"Desde sempre que tive o privilégio de ter tido um contacto bastante próximo com a aldeia de Proença-a-Velha, desse contacto veio uma abertura sentimental e visual para o significado e história dos vários elementos ao meu redor. A partir do ensino artístico e arquitectónico que tive e me segue para onde eu vá, ganhando apetências visuais e interpretativas em confronto com espaços, sólidos e vivências, comecei a ter gradualmente mais interesse pela arquitectura tradicional portuguesa. A simplicidade dos elementos; a sabedoria implícita na construção em pedra; os seus espaços, que funcionalmente estão estritamente ligados a qualquer acção da vida quotidiana de uma aldeia; as cores que variam, reflectindo a temperatura ao seu redor.
Com os trabalhos apresentados nesta exposição, exploro estas realidades de um modo mais profundo. Ao invés de percorrer as ruas da aldeia de Proença de um modo casual, representativo de uma quotidianidade rural do século XXI, passeio por estas tão bem conhecidas quelhas e vielas, com um olhar mais atento, mais propenso a sentir e expressar um detalhe menos visível a um olho destreinado ou habituado, resultando portanto, numa tentativa pessoal de representar marcos importantes ou pontos de vista diferentes da formosa aldeia de Proença a Velha."

 

 


Horário de terça a domingo das 9h às13h e das 14h às 17h. Encerra à Segunda-feira.

 

Centro Cultural Raiano

+351 277 202 900

ccr@cm-idanhanova.pt

 

Localização

Venha Recomeçar em Idanha-a-Nova!

Aqui esperamos por si, pela sua família e pelas suas ideias.